Soneto do Penúltimo Dia


Profundo sábado,
Refúgio sagrado,
De todos êxtases,
És de outra esfera.

Viceja em ti
Um gozo tão sereno.
Não há canção que não conduza às lágrimas.
Não  há cachaça que não alargue a alma.

Em tuas noites
Qualquer raio de lua
É uma viagem às esferas do nirvana.

E qualquer banco de praça nos conduz
Aos mais estranhos deleites
Dos altares ou das camas.

Gravataí, 3 de dezembro de 2012

Ubirajara Passos

Anúncios

2 comentários em “Soneto do Penúltimo Dia

  1. TALIA disse:

    IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII NAO GOSTEI IAI O QUE EU FASSO KKKKKK SEM GRACA VIU EU GOSTO E DE PUTARIA

    Curtir

  2. braca disse:

    eu gosto da putaria mesmo assim”chupa minha bucitinha gostoso pega,lanbi,esfra gostoso e em fim goza

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s