Espiritismo “crioulo”


Me conta o meu amigo Carlão, de Farroupilha, que, entediado, durante o intervalo das aulas, ontem, na Universidade de Caxias do Sul (onde cursa Direito, visando se tornar “dotô”), resolveu dar um pulo na Livraria “Maneco”, situada no prédio da faculdade, matando o tempo entre as prateleiras.

E eis que, passando pelo escaninho rotulado “Literatura Espírita/Auto-Ajuda”, pegou automaticamente um volume e se deparou com “Neto Perde sua Alma” (biografia romanceada do general farroupilha que proclamou a República Rio Grandense, por Tabajara Ruas).

Assustado com a capacidade classificatória dos funcionários da livraria, deu meia volta e foi embora na mesma hora!

Depois de me contar o fato, concluiu, como umas quantas vezes já, em nossas conversas,  com o velho mote:

–  Eta Brasilzão! É de matar! Se é assim aqui, imagina só como é no Maranhão!

– Lá pelo menos o pescador “analfabeto” sabe a diferença entre uma “traíra” e um sujeito dedo-duro! – lhe atalhei para encerrar o assunto.

Ubirajara Passos

Anúncios

Um comentário em “Espiritismo “crioulo”

  1. […] rumei para a estante de literatura espírita, esperando não encontrar coisa semelhante a com que o Carlão deparou-se estes na livraria da UCS, e desabei de vez, no meu recalcitrante otimismo. Vistoso e chamativo, me olhava daquela prateleira […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s