Caso estrambótico de austero “pai de família” levado, por engano, a uma boate gay:


Como uns companheiros meus, fiéis leitores deste blog, me alertassem que faltava um paralelo masculino a um dos poemas publicados (o da secretária de multinacional que foi ao buteco escroto), já que o ontem publicado dava conta, de certa forma, do da patricinha de repartição pública que caiu na esbórnia, segue abaixo mais uma pérola da “antropologia satírico-sexual” deste ilustre pseudo-tarado-machista-homofóbico que vos escreve:

Caso estrambótico de austero “pai de família”
levado, por engano, a uma boate gay:

Nunca, em toda sua vida,
Foi dado à boêmia pândega.

Era como um relógio
De sol esculpido em mármore.

Do trabalho para casa,
Da casa para o trabalho,
Dava-se o desplante, às vezes,
De assistir uma missa,
Ou de uma conversa rápida
Com o dono da farmácia.

Sério e seco como um tronco
De árvore morta infecundo,
Em casa não permitia
Lhe tratasse a cozinheira
Senão por senhor,
Com os filhos
Só tratava pra ralhar.

E, se alguém lhe contestasse
O infeliz estilo de vida,
Respondia, taciturno,
Mas em tom alto e grave:

Lhe pesavam sobre as costas
Graves responsabilidades,
Não havia tempo, portanto,
Para o fútil desfrute
Cheio de imoralidades,
Pois era um pai de família!

Um dia lhes convidaram
Para uma estranha festa,
Disseram, de aniversário,
Num obscuro salão,
Todo enfeitado com estrelas,
Luzes negras e, nas mesas,
Abajures cor-de-rosa.

Sentou ao seu lado uma “moça”,
Muito meiga e toda prosa,
Que, lhe garantiu, vivia
Para a mãe e os irmãos,
Muito devota ela era,
E, se voltava e meia, ali ía,
Era para garantir
À família o ganha-pão.

Piedoso, o nosso herói,
Cedeu-lhe aos rogos chorosos
E cometeu o sacrifício
De ir, sério, para a alcova
Apenas pra remediar
A horrível pobreza alheia!

E, quando, penitenciando-se,
Adentrava-lhe as carnes
Tenras de ovelha perdida,
Em posição de cachorro,
Levou-lhe a mão à virilha,
Num ímpeto não contido,
E quase enfarta de espanto,
Com aquela banana enorme
Em posição de sentido!

Gravataí, 21 de maio de 2010

Ubirajara Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s