LULA NO PAÍS DAS MARAVILHAS


Recentes estudos de gênios norte-americanos da neuro-biologia,realizados em Brasília, atestam que a memória áudio-visual nos primatas do gênero homo safadus demagogus pseudo analfabeticum concentra 90% de seus registros não no encéfalo, mas na ponta dos dedos das mãos, principalmente no mínimo da mão esquerda, o popular mindinho.

Cientistas brasileiros, após a divulgação da pesquisa, acusaram, entretanto, que, de acordo com relatório secreto do Serviço Nacional de Inteligência da Aeronáutica – Seção São Paulo, realizado em meados dos anos setenta do século passado, a referida característica da espécie moderna de hominídeos, há pouco descoberta no mapeamento do genoma humana na América Latina (a qual possui parentesco em 99,95% com a espécie humana), não é intrínseca, mas foi desenvolvida a partir de mutações desenvolvidas nos Estados Unidos, com a colaboração de voluntários patrocinados pela CIA e Iadesil (Instituto Americano de Sindicalismo Livre).

Conforme fonte, cujo sigilo preservamos para que possamos continuar a contar com sua prestimosa colaboração, esta seria a razão pela qual o pobre Inácio dos Nove Dedos, submetido contra a vontade à experiência genética quando cursava sua pós-graduação em demagogia fascista, no início dos anos mil, novecentos e setenta, na América, tem demonstrado, desde o escândalo do mensalão (em 2005) até o episódio da crise do transporte aéreo e o funesto acidente de Congonhas, repetidos episódios de amnésia, declarando publicamente, para a desgraça de dirigente máximo da nação, que não sabia de nada e que cada vez mais pobres, no Brasil, têm hoje uma vida melhor e consomem produtos que antes eram restritos à classe média (parece mesmo que até a pivetada já pode comprar o seu “i pode?”), coisa inédita mesmo no pico histórico do valor real do salário mínimo, no governo de Juscelino e Jango, em 1959.

Inconformado e preocupado com tão mirabolante história, que pretende justificar a “síndrome de Alice” que, aparentemente acometeu o Luizinho e seus colaboradores, fui a uma “mesa branca” e entrei em contato com o espírito do antropólogo, e companheiro de partido, Darcy Ribeiro. Que, além de me dizer que ainda não acredita que está vivo no outro mundo, pois, como eu, sempre foi materialista e ateu, me mandou o seguinte recado: “Bira, esse negócio de hominídeo e mutação é balela, Lula está apenas ensenando o sintoma social que atinge a grande maioria miserabilizada do povo brasileiro, que – por não ter acesso imediato ao mais simples radinho de pilha, ou pela alienação cultural que a mantém longe dos noticiários e/ou da condição de exercer a crítica capaz de ir além das falcatruas veiculadas pela mídia – é tão desmemoriada quanto o pretende ser o ‘companheiro’ Lula, o qual, sabendo da condição do povo, finge que é primo da Alice e do Chapeleiro Louco”.

Ubirajara Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s