DEPUTADOS ESTADUAIS DO RS REAJUSTARÃO SEUS SALÁRIOS EM 22,21%! E AGORA, SINDJUS?


Conforme notícia divulgada na manhã da última sexta-feira pela Globo.com, os deputados da Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul deverão aprovar, nesta semana, um reajuste de 21,22% no próprio salário, o que renderá para cada ilustre legislador a bagatela de cerca de mais R$ 2.100,00 no próprio bolso (valor superior ao salário básico líquido que recebe um Oficial Escrevente de entrância intermediária, cujo salário é o médio dos servidores da justiça).

Com a medida, que segundo a notícia constitui consenso entre as bancadas do parlamento gaúcho (incluída a do PT, o mesmo partido que dirige o Sindjus-RS, portanto), os pobres parlamentares terão seus salários aumentados de cerca de R$ 9.500,00 para R$ 11.600,00.

O mais escandoloso, porém, é que estes são os mesmos senhores que mantiveram, por ampla maioria (só as bancadas PT, PSB e PC do B votaram contra, na época) o veto de Yeda Crusius ao mísero reajuste de 6,09% (referente à metade da inflação de 2004!) dos servidores da justiça, sob o argumento da crise financeira e de que a reposição salarial rebentaria os cofres do Estado. E agora queriam dar, conforme a notícia, um aumentinho de 28,5% para a governadora (que, enrubescida a coitadinha, recusou o mimo).

O caso apenas confirma o que estamos carecas de saber há décadas: a peonada tem mais é que remendar os bolsos furados, porque os caras-de-pau que detém o poder de aumentar o próprio salário não podem comer uns quilinhos a menos de caviar! A inflação, no Rio Grande do Sul, é seletiva: quanto maior o salário e mais privilegiado o cargo, maior ela é! Afinal o preço do vinho importado costuma aumentar mais do que o feijão!

Enquanto isto, o Sindjus-RS, SOB NOVA (e destemida) DIREÇÃO, não dá um pio a respeito. O que não é muito estranho, já que seus amigos (os deputados petistas que lhes prestigiaram a posse) vão receber também o aumentinho!

O mais curioso, porém, é que são estes mesmos diretores “mudos” da entidade, que, quando eram oposição, às vésperas da última eleição, tentando desinformar e manipular a consciência da categoria (enquanto a diretoria da época se esfalfava, eu inclusive, mobilizando os servidores interior a fora) disparavam gracinhas como: “Notícia de hoje sobre a nossa reposição salarial. A governadora segue trabalhando para nos deixar mais um ano sem reajuste. O Sindjus nada fala a a respeito, parece não estar interessado no assunto.

Ou: “Temos que ficar atentos ao noticiário e estar no Legislativo no dia da votação do veto, porque esperar pela iniciativa do Sindjus, corremos o risco de não ficar sabendo do dia da sessão. Saudações. Valdir (Coletivo Consciência e Luta)” {e-mail enviado em 16/2/2007, às 09:15 min para toda a categoria}.

E agora, SINDJUS?

 

Ubirajara Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s