A OBRA E O AUTOR


À guisa de crônica, publico hoje uma rápida reflexão que me veio
à mente, sem maiores compromissos, há dois verões. Amanhã espero ter algo mais interessante para os fiéis leitores deste blog.

A Obra e o Autor

     Todos contamos histórias. E nelas a vida se recorta em sua contraditória e multifacetária complexidade para adquirir contornos simples e definitivos de lenda.

     A memória – não só a escrita, mas mesmo mesmo a verbal – adquire, frente à crueza dos fatos, uma magia toda especial, que seleciona os aspectos mais convenientes ou interessantes e, principalmente, aqueles que mais nos impressionaram e repercutiram em nosso âmago.

     Assim, a nossa visão da vida, por mais objetiva que seja, é caudatária de nosso imaginário e estará sempre impregnada das sensações mais próximas da nossa individualidade subjetiva. Não apenas somos o que pensamos, mas, sobretudo, pensamos o que somos, e somos o que sentimos.

     Há uma cadeia infinita de silogismos, emoções e sensações físicas a condicionar-se mutuamente, num vai e vem inexorável, e a compor a identidade subjetiva de nossos seres.

     Mas a única certeza que podemos ter neste labirinto, determinantes e determinados somos, é que as nossas histórias – a versão concreta do que assistimos, fizemos e sofremos, lançada ao olhar de outrem – serão, antes de mais nada (e de seu conteúdo objetivo) o espelho de nós mesmos: das emoções e sentimentos, dos modos de encarar e reagir aos fatos, mais autênticos, arraigados e profundos do nosso próprio ser.

Gravataí, 16 de janeiro de 2005

Ubirajara Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s