QUANDO O TÉDIO VIRA AMOR DESESPERADO


Havia escrito um desafabo ideológico e antropológico sobre o tédio do “domingo” (cheguei a acordar o meu amigo Valdir para ler o texto antes de publicá-lo), postei-o e, quando fui atualizá-lo, graças à “reina” da Internet, o blog acusou que “a página havia expirado”, se apresentou uma tela em branco na minha frente, que eliminei, e já era texto! Não era nenhuma “Brastemp”, mas tinha a substância da minha mente e emoção no momento que foi escrito.

Assim me resta publicar mais uma parte do “estoque” literário. Segue um poema escrito para uma das maiores e mais equívocas paixões da minha vida:

Por que insistes nesta fria indiferença,
Aos meus arroubos respondendo com um “te quero como amigo”,
Por que transformas-me a cama em leito funeral
E me condenas a uma vida sem sentido?

Por que me jogas contra a alma apaixonada
A dura frase – “ Eu não te amo,
E, como me queres, nunca adorar-te-ei” –
Se o que me diz a tua boca o olhar desmente?

Por que transmudas em crime o meu carinho,
Quando eu te amo mais do que a mim mesmo?
Por que escondes, sob a fria capa
Da racionalidade inabalável,
Este tremor que te embaraça o gesto
E esta mão que aquece-se aos meus beijos?

Por que permites que o prazer faça-se tormento,
Por que amargas a minha alma insone
Com este “não” que gostaria de ser “sim”,
Te recolhendo à nostalgia do amor de ontem?

Por que condenas-te a viver na aridez
Das orgias frouxas de amor
E nos reduz a medíocres personagens
De uma ópera “policial” de pouco gosto?

Por que não deixas que este amor secreto –
Que, mal contido pelo frígido disfarce
Do teu rosto, se remexe no teu peito –
Possa ao meu peito se arrojar, selvagem,
E conduzir-nos, cálidos, ao Éden?

Gravataí, 7 de fevereiro de 2000

Ubirajara Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s