LULA, O HITLER BRASILEIRO


Apesar de seu passado pretensamente vermelho, o “ator” político Luís Inácio (devidamente treinado nas escolas yankees da CIA), revelou-se, em seus quatro anos de governo, tão burguês e entreguista quanto os demais chefões da direita nacional, tal como Fernando Henrique Cardoso (seu coleguinha da causa americana), Sarney, Delfim Netto e Collor de Melo (“casualmente” seus apoiadores) e seu atual oponente às eleições presidenciais.

Elevado à presidência na esperança popular de um governo de esquerda, que arrancasse o povo trabalhador da miséria e da opressão, através de empregos e salários dignos, o Inácio mostrou-se mais “radical” que muitos de seus antecessores burgueses (como Itamar, Juscelino e o próprio Sarney), mantendo o salário mínimo nos níveis de fome canina e dificultando, a ponto de quase extinguir, a aposentadoria da peonada do funcionalismo público, através do aprofundamento da Reforma Previdenciária aprovada por FHC.

A política econômica recessiva e monetarista continuou a escravizar o Brasil ao pagamento da agiotagem dos grande banqueiros internacionais e o resultado, apesar da propaganda em contrário, é o desemprego avassalador. E se a política de privatização de empresas públicas nacionais, como a Vale do Rio Doce e Cia. Siderúrgica Nacional, não prosseguiu na mesma velocidade de FHC, não houve a menor revisão das privatizações ocorridas no período anterior, que se esperaria de um governo dito “socialista” e “nacionalista”.

A própria retórica (tipicamente fascista, a la UDN e Carlos Lacerda) do moralismo “ético e cidadão” esboroou-se na prática da mais descarada corrupção, movimentando montanhas de milhões de reais para comprar o voto de deputados e senadores de direita para aprovar projetos de lei de interesse da própria direita!

Mas há algo que diferencia o Luizinho de seus amiguinhos burgueses, embora esteja a serviço da mesma classe dominante que eles e dos mesmos interesses multinacionais. É justamente a vocação autoritária de quem pretende convocar Constituinte exclusiva, formada por notáveis, no próximo ano, para outorgar a carta magna que deseja para o Brasil, que o aproxima do falecido ditador fascista Benito Mussolini (o qual, antes de fundar o partido da histeria, os “camisas negras”, fora membro do Partido Socialista Italiano, de cujo jornal, o “Avanti”, era o redator-chefe antes da primeira guerra mundial).

A tentativa de manietar a já bastante tendenciosa imprensa brasileira com a instituição de um Conselho Nacional, cuja verdadeira função seria a “censura” revivida e legalizada; a sanha característica dos governos petistas em controlar cada detalhe da vida de seus “súditos” não deixam dúvidas. O PT e o Inácio não são apenas direitosos comuns, mas fascistas! A própria histeria moralista é característica do fenômeno definido pelo psicólogo Wilhelm Reich como “peste emocional” e que corresponderia à compulsão totalitária e destrutiva de massas humanas (e seus dirigentes) a um comportamento anti-prazer e anti-liberdade, responsável pela opressão e coisificação inumana da classe trabalhadora nos últimos seis mil anos. Peste esta de que o regime nazista era a expressão política concreta levada ao poder.

A reeleição de Luís Inácio envolve, portanto, muito mais do que a continuidade da política direitista nos rumos do Brasil. Mas estabelecerá uma ditadura concreta, capaz de cercear (com maior intensidade do que a estabelecida no 1º de abril de 1964) os mínimos direitos de expressão, organização política, crítica e movimentação social de que ainda, precariamente, gozamos.

Um segundo governo petista significará a presença de um “inquisidor” raivoso em cada esquina – tão corrupto e safado quanto o seu chefinho Lula, mas sequioso (como o mais cretino beato) da “moral” autoritária e pronto a denunciar e prender quem quer que não reze pela cartilha petista do bem-estar (que se resume a devolver migalhas ínfimas do que é roubado dos trabalhadores e desempregados sob a forma de esmolas, como o “bolsa-família” e o “luz-para-todos”, enquanto ajuda patrões e banqueiros a massacrar o rebanho passivo e identificado com a sua “moral” histérica).

Não apenas veremos desaparecer direitos sociais mínimos, com o 13º salário, férias, jornada máxima de 44 horas semanais (o que significará praticamente a revogação da “Lei Áurea”), como o menor suspiro de inconformidade será controlado e “punido” pelos asseclas do novo Adolfo Hitler: Lula o homem dos nove dedos (já imaginaram se tivesse os dez?).

Ubirajara Passos

Anúncios

4 comentários em “LULA, O HITLER BRASILEIRO

  1. Em 28.10.06, às 19:39:02, afonso arinos jr disse :
    Caro Leitor e Eleitor. O PT de Lula vai colocar um exército de militantes comprados por mais de R$ 30,00 na fiscalização. Não aceite orientações e nem panfletos , denuncie, aos fiscais do TRE que estão presentes em todas as Seções Eleitorais, ou os poucos fiscais militantes do PSDB. Tecla 45 quebrada e outros tipos de jogos sujos do PT ,não Aceitem, denunciem . A melhor pesquisa é o seu Voto em Geraldo Alckmin 45 Presidente. Yeda No Rio Grande do Sul 45 e Denise Frossard PPS 23 no Rio de Janeiro

    Curtir

    • Geraldo Peri disse:

      Ao autor do primeiro comentário. Os militantes, do qual fiz parte nas eleições de 2002, não foram pagos naquela ocasião tampouco parece provável que o sejam agora quando governo detém controle do aparato legal em suas instâncias mais opulentas. Mas de todo me sinto cativado a prestar depoimento de tal ocasião, em 2002 durante as eleições quando militei pelo movimento de democracia e testemunhei em tal sessão a boca-de-urna dos diretores do estabelecimento de ensino, suas garras e a total incapacidade do cumprimento da lei, me sendo exigido que deixasse o lugar por me opôr a tais atos e por não ter completado a maioridade legal. Fui chantageado e deixei o lugar sem defesas, tais também não encontrei entre os líderes da militância, os quais me orientaram a deixar o local o mais rápido possível para não atrapalhar o eminente espetáculo. A luta pela liberdade do PT se fez clara ali um ansioso trote na já estirpada situação naquele momento e não passou disso. Agradeço ao Ubirajara por recordar as lutas dos funcionários publicos da previdência vivas hoje.

      Curtir

  2. Andre disse:

    affff, comparar o Lula com Hitler é o mesmo que comparar um Gurgell com uma BMW..
    Hitler apesar de demonio foi quase um gênio em seu campo de atuação(tirando as táticas militares, que foi um fiasco). Lula ´´e um mero fantoche.
    Antes camisas negras no poder do Ptistas e Psdbostas e toda essa corja de liberais e pseudo comunistas.
    E aposto que nem vai permitir que este comentário seja publicado, pois vc sim deve ser um fascista.

    Curtir

  3. Geraldo Peri disse:

    Aqui de novo… em 27 de Abril de 2009 este texto está atualizado… triste.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s